NOSTRADAMUS
  HOME               ARTIGOS IMPORTANTES                SALA DE LEITURA                  SALA DE IMAGENS                 CONTATO                  PALESTRAS                ENGLISH  SUMMARY                                                     
 

 

  Nostradamus Merece Crédito

Abner Macoto   

         O ano passado foi especial nas colocações sobre Nostradamus, pois em dezembro ele fez 500 anos. Por conta disso, em Salon na França, onde viveu, houve debates, recitais e encontros comemorativos. Mesmo aqui no Brasil o apresentador de televisão da rede Bandeirantes prestou homenagem e convidou este escritor para responder sobre Nostradamus em seu programa semanal.

            Muitos estudam Nostradamus e qualquer mecanismo de busca na internet mostra 2000 ou mais “sites” sobre o assunto. Contudo, a maioria não merece crédito e muitas vezes baseiam-se sobre a leitura de outros livros. Assim, na melhor das hipóteses fornecem um conhecimento de segunda mão.

            Esses em geral se tornam partidários de uma dessas idéias que correm por ai e a matizam em cores próprias acreditando-se originais, mas no fundo são bastante fieis à idéia básica. Infelizmente nesse caso prevalecem as idéias catastrofistas aonde acontecem guerras e mais guerras de longa duração e extensa abrangência*. Nelas são lugar comum as invasões de vários países patrocinadas por tiranos horripilantes. Ora as guerras hoje são rápidas com veículos de alta mobilidade durando semanas no máximo e altamente localizadas. Os maiores tiranos atuais acabam num buraco fétido como aconteceu com Hitler, Saddan Hussein e Osama Bin Laden caçados por todos. Outros, porém já mais compenetrados e sérios não conseguem atinar com o óbvio:

            Na sua primeira edição em 1555 Nostradamus faz publicar uma gravura na capa de seu livro. Nela o sábio encontra-se sentado escrevendo um livro Presumivelmente As Profecias. No recinto há outros livros, há também um globo terrestre mostrando latitudes e longitudes.  Finalmente em uma janela aberta pode-se ver o Sol e a Lua ao mesmo tempo.

            Só esta singela gravura bem estudada e bem entendida reduziria o número de “sites” na rede de 2000 para menos de 10.

           1º) Livros denotam saber e conhecimento. Muitos leram apenas um livro, que como falamos é de segunda mão, sobre o assunto e se tornaram professores e passaram a ensinar! Esse transmite um conhecimento de terceira mão.

            2º) O globo representado é uma coisa rara naquela época, uma vez que fazia apenas cerca de 50 anos que fora demonstrado que a Terra era redonda. Na época 99% das pessoas acreditavam que a Terra era o centro do Universo. Galileu, que defendia que o Sol estava no centro, quase foi sentenciado pelo tribunal da Inquisição muitos anos depois em 1606. Assim a astronomia que junto com a astrologia, de quais há inúmeras cartas solicitando a confecção por Nostradamus de horóscopos deram importante uso ao globo que se vê na gravura. Nos escritos de Nostradamus há muitas menções a astrologia e astronomia. Nenhuma delas pode ser posta de lado no estudo de Nostradamus.

            3º) A presença do Sol e da Lua juntos é o distintivo do alquimista da idade média e os mais importantes tratados como O Mutus Liber, O Breviário de Nicolas Flamel e outros livros similares de alquimia em algum lugar apresentam essa composição. Portanto, desdenhar que Nostradamus era alquimista e que muitas quadras de seus escritos continham símbolos alquímicos removeria muitos “estudiosos”. Principalmente os comentaristas da atual “onda”, que engloba aqueles que vendo ser quase impossível entender os vaticínios, reputam que as quadras refletem qualquer coisa que se queira**.

            Sendo assim, Nostradamus acaba refletindo descrença tanto pela “onda” de catastrofismo e fim do mundo do século XX, quanto pela atual “onda” de ceticismo. Ele, porém, esta fora disso e não pode ser culpado pela estreiteza das mentes dos que o vêm estudando. Os estudiosos mais sérios pedem que pelo menos sejam traduzidos por pessoas gabaritadas e sempre se baseado nos seus originais. Eles têm melhorado a biografia de Nostradamus destruindo mitos e fazendo colocações sérias. Assim, neste pequeno espaço pudemos ver que lhe imputam os erros dos interpretadores e podemos afirmar que Nostradamus merece todo nosso crédito.

 

         Artigo publicado no Jornal " O Aprendiz" nº 31

 

  * estas catástrofes eram anunciadas desde os anos 400 no livro Mirabilis Liber e hoje ficaram como pano de fundo.  ** a produção realizada assim torcendo a tradução é chamada de encaixe                                                       

Direitos reservados - ©2009 - Permitida a reprodução desde que citada a fonte

                                                               VOLTAR

 

  Leia os livros a seguir

       

     Uma abordagem metafísica do número, ..geometria sagrada, numerologia, para saber ..mais clique no livro

          Ivan L. Guimarães

 

 

         

         A biografia do inesquecível mestre  e a ,,grande,,herança que nos deixou

                Carlos B. Conte

 

 

            

     Conheça os fundamentos dos anelos ,,,humanos pela religião e os postulados co-  ,,,comuns às grandes religiões.

           Helena P. Blavatsky